SEJA PRIME SUPER NOSSO E NÃO PAGUE PELA ENTREGA*
-shopping_cart carrinho
Alerta
Itens não adicionados!Para adicionar produtos no carrinho, informe seu CEP e escolha se quer receber ou retirar.
carrinho
seu carrinho está vazio
bebidas
  • lorem ipsum setlrem lrem lorem lorem lorem

    R$ 59,00

    R$ 999,99

Produtos encontrados: 32 Resultado da Pesquisa por: em 11 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 32 Resultado da Pesquisa por: em 11 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Preferência de proteína entre os brasileiros, a carne bovina conta com grande variedade de opções para o cardápio do churrasco e também para as refeições do dia a dia.

É a carne moída para o molho a bolonhesa, por exemplo, mas é também o bife carnudo que vai ser fatiado naquele domingo em família ou entre amigos. É, inclusive, o carro-chefe dos populares hambúrgueres (caseiros ou profissionais).

Quer saber como acrescentar o bife ancho, a picanha, a maminha e o filé mignon às suas receitas? Veja, a seguir, o que selecionamos para matar a fome com muito mais sabor!


Bife Ancho

Esse é um corte muito saboroso e com grande maciez. Para o dia a dia, o bife ancho é uma excelente pedida. E tudo isso por conta das suas fibras curtas e de uma camada lateral de gordura que deixa a carne sempre suculenta.

Não à toa, o bife ancho está assumindo o lugar de protagonista de muitos churrascos entre amigos. E quem já foi ao Uruguai ou Argentina — onde esse tipo de corte é bastante apreciado — sabe que o bife ancho é mesmo tudo aquilo que as pessoas dizem a respeito.

Se você ainda não sabe como aproveitar essas características tão deliciosas, vamos compartilhar uma receitinha que tem tudo a ver com o dia a dia. Vamos a ela? Para isso, separe os seguintes ingredientes:

  • 3 batatas (pode ser com casca mesmo);
  • dentes de alho picados à vontade (usamos 4 unidades);
  • alecrim fresco a gosto;
  • salsinha picada (2 colheres de sopa);
  • sal e pimenta do reino a gosto.

Primeiro, cozinhe as batatas até que fiquem bem macias. Em seguida, parta-as em pedaços grandes e desiguais. Não se preocupe com a estética, aqui, porque é interessante dar o aspecto rústico para a receita.

Depois, frite as batatas em um fio de óleo, na frigideira, e mantenha-as em movimento para que não queimem. E acrescente o alecrim e o alho picado para misturar os sabores. Reserve, em seguida.

Agora, é hora de preparar o bife ancho. Comece temperando a carne dos dois lados, com o sal e a pimenta, e deixe-a selar por cerca de 3 minutos de cada lado.

Dica: se gosta do seu bife ancho ao ponto, aumente o tempo para 5 minutos, em média, de cada lado. Para um bife bem passado, uma média de 8 minutos de cada lado deve ser suficiente.


Filé Mignon

Esse aqui dispensa apresentações, não é mesmo?

O filé mignon é uma das proteínas de carne bovina mais conhecidas. Primeiramente, pela sua característica maciez e também pela versatilidade de uso na cozinha.

Quer acrescentar essa carne bovina de primeira no seu cardápio diário? Então, vamos mostrar para você a maneira mais prática de inserir o filé mignon no seu almoço.

Para isso, você só vai precisar de uma frigideira. O bife (ou medalhão, que é um corte comum ao filé mignon) não precisa de muito mais do que isso para garantir uma suculência sem igual às suas refeições.

O tempero é simples: sal e pimenta do reino. A gosto, mas evite excessos. A carne já é suculenta por si, e ambos os ingredientes podem “roubar” o sabor natural das carnes bovinas — quem nunca experimentou um churrasco que, de tão salgado, parece ter sido temperado com água do mar?

Para preparar o filé mignon, não tem segredo também: um fio de óleo, na frigideira, e a adição da carne quando a panela já estiver quente. Evite mexer no bife, mantendo a umidade dela ao deixá-la fritar por conta própria.

Outras opções para você diversificar o sabor:

  • use manteiga, em vez de óleo, que dá um sabor extra à carne;
  • além do sal e da pimenta, você pode fazer variações diversas com alho, ervas e temperos específicos para carnes bovinas.

Se preferir algo menos oleoso, você pode fazer o filé mignon no forno. Para isso, o filé mignon é o parceiro ideal já que, por ser tão macio, nem precisa ser grelhado antes de ir ao forno.

Opte por uma temperatura média e tempere a carne com molho inglês, mostarda e alho — além de um pouco de sal e pimenta do reino. Observe o andamento da carne para que ela fique no ponto de sua preferência


Picanha

A estrela do churrasco brasileiro atende pelo nome de picanha. Macia, com uma capa de gordura que muitos não abrem mão de experimentá-la, a carne pode agregar muito mais sabor às suas churrascadas.

E se você está em busca de uma boa dica para acrescentar a protagonista das carnes bovinas ao seu evento, aqui vão as nossas sugestões para um excelente preparo da picanha:

  • evite peças de picanha que sejam baixas demais. O ideal é que ela tenha, em média, entre 4 e 5 centímetros de altura;
  • a peça tem que estar limpa, antes de ser levada à grelha. Caso não saiba como fazer isso, peça ao açougueiro de sua confiança;
  • não corte a capa de gordura da picanha. Além do sabor que muitos desejam, essa parte ajuda a manter a suculência dessa carne bovina. Quem não gosta de gordura, basta cortá-la quando tiver o bife servido no seu prato.

Vale destacar que o preparo da picanha também pode variar de acordo com a maneira que ela vai ser servida.

Por exemplo: a peça inteira sobre a grelha deve ser pensada de maneira que a carne fique a cerca de 40 centímetros do fogo, assando por 40 minutos, aproximadamente. E o tempero é básico: sal grosso.

Quem prefere cortá-la para prender ao espeto, lembre-se que a gordura fica do lado de fora, deixando os bifes com cerca de 3 centímetros de espessura, cada um. Aí, a picanha pode ficar mais próxima da chama — cerca de 20 centímetros já é o suficiente.


Maminha

Por fim, a maminha. Uma das grandes representantes das carnes bovinas, ela é muito usada em churrascos, mas também o dia a dia. No geral, ela é preparada inteira, e só depois de assada que a maminha é fatiada no sentido contrário ao de suas fibras.

Uma dica: mantenha-a longe do fogo, mas atente-se para o fato de que a maminha é uma das carnes bovinas que assam mais rápido. Então, o preparo não é longo como muitos acreditam.
...+ ler mais- esconder