Seja Prime e não pague mais pela entrega!
carrinho
seu carrinho está vazio
bebidas
  • lorem ipsum setlrem lrem lorem lorem lorem

    R$ 59,00

    R$ 999,99

Produtos encontrados: 867 Resultado da Pesquisa por: em 23 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 867 Resultado da Pesquisa por: em 23 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Vinhos

Talvez, você já tenha ouvido falar que os vinhos estão entre as bebidas com mais benefícios para o corpo ea mente dos seus apreciadores, não é mesmo?

O melhor disso tudo é que esses benefícios são cientificamente comprovados! O consumo regular do vinho tinto ou vinho branco — cerca de uma a duas taças, com 125 ml, cada, por dia pode promover melhorias contínuas no seu sistema imunológico e também agregar ótimos efeitos no seu psicológico.

Sem falar, é claro, que os vinhos combinam com todo tipo de prato. Da culinária fina àquela que preparamos rapidamente, para o dia a dia, existe um rótulo que vai muito bem com as suas receitas favoritas!

Antes de conhecer as nossas dicas de harmonização, confira quais são os principais benefícios em consumir o vinho regularmente:

  • diminui o risco de aterosclerose
  • ajuda a reduzir a pressão arterial;
  • conta com ação anti-inflamatória;
  • previne contra a trombose, derrames e acidentes vasculares cerebrais;
  • reduz o risco de ocorrência de problemas cardíacos;
  • contribui com a melhora da digestão.

Que tal entender melhor como agregar os vinhos ao seu cardápio diário, então?

Vinho tinto

Você já deve ter ouvido falar que o vinho tinto combina muito bem com receitas igualmente vermelhas. Até por isso, as massas e as carnes vermelhas são os itens preferidos para harmonizar com esse tipo de bebida.

Entretanto, essas não são as únicas características a serem levadas em conta. O vinho tinto vai muito bem, por exemplo, com risotos. Receitas fáceis de serem preparadas, e muito versáteis, acaba sendo fácil a combinação de ingredientes com o vinho tinto de sua preferência.

Aí vão algumas dicas gerais para você transformar o seu vinho tinto em um excelente aliado da mais fina gastronomia:

  • carnes vermelhas já são variadas por si só. Por isso, opte por rótulos que complementem bem a combinação. Carnes fibrosas e suculentas funcionam com vinhos encorpados. Carnes magras, com opções mais leves — o Syrah é um ótimo exemplo.
  • Carnes de caça, por sua vez — como as costelas e as rabadas — podem ter tudo a ver com os vinhos aromáticos, e que possuam um nível de acidez e tanino elevados. Para isso, o Tempranillo é um tipo de vinho excelente para a combinação.

Vinho branco

Outra opção que pode enriquecer ainda mais as suas harmonizações, o vinho branco gera versatilidade aos seus cardápios além, é claro, de ter um toque todo especial de sabor e aromas.

Quer algumas dicas para acrescentar o vinho branco nessas possibilidades de harmonização? Então, confira algumas orientações básicas para você fazer bonito na próxima ocasião em que misturar alimentos e vinhos:

  • o vinho Chardonnay vai bem com peixes gordurosos e também com molhos mais marcantes. Assim, o salmão e outros frutos do mar — especialmente, quando a base do molho levar manteiga e outros tipos de gordura;
  • os vinhos Sauvignon Blanc têm tudo a ver com pratos acompanhados de molhos azedos — ou cítricos —, além de outras opções internacionais da gastronomia. Já experimentou o vinho branco com sushis? Ou, ainda, com saladas que venham acompanhadas desses molhos mais azedinhos;
  • o vinho branco Pinot Grigio pode não ser muito popular no país, ainda, mas já tem o seu papel desempenhado na harmonização. Uma excelente pedida são os peixes mais leves — e, novamente, os sushis.

Tenha em mente, também, que o vinho ajuda a reforçar o tom da sua mensagem. Rótulos sofisticados “pedem” por ocasiões mais formais. Assim como os títulos mais descompromissados e versáteis vão melhor com as situações informais.


Vinho rosé

Aí está um dos vinhos que mais têm trazido pessoas a provarem a bebida. O vinho rose virou um dos xodós de quem quer uma bebida refrescante para o verão, e nem sempre está com vontade de uma cervejinha.

Para isso, conte não apenas com o sabor delicado do vinho rose, mas a sua versatilidade. Ele tem frescor e delicadeza, o que pode oferecer possibilidades múltiplas dentro do vasto cardápio brasileiro.

Que tal começarmos, então, conhecendo os diferentes tipos de vinho rosé?

  • vinho rose seco e ligeiro, que tem baixo teor alcoólico e pouco açúcar. Virou um bom amigo dos aperitivos e também de petiscos sem muita gordura e também de saladas, mariscos e da popular comida japonesa;
  • adocicado e ligeiro, com um aroma bastante agradável e de grande simplicidade. Com isso, podem ser combinados com frutos do mar, carnes suaves e saladas;
  • mediano, um tipo de vinho rosé que combina com, basicamente, todo tipo de prato porque ele se divide entre os secos e meio secos. Para versatilidade, aí está a sua grande opção;
  • elegante e fino, que também tem versatilidade, mas funciona muito bem com pratos de sabor sutil;
  • encorpado e aromático, que são mais intensos e alcoólicos. Combinam com receitas suculentas e complexas.

Uma boa dica para servir o vinho rosé é entre 6 e 8 °C, quando mais sutis, e entre 12 e 14 °C, para os rótulos mais encorpados. Isso acentua o frescor da bebida e torna-a uma grande aliada da refrescância desejada.


Vinho seco

Por fim, vamos falar especificamente do vinho seco, que é um dos tipos mais populares dessa milenar bebida.

Caso você queira harmonizar o vinho seco com carnes, opte pelas safras jovens (de até 7 anos) se o cardápio vai ser composto por cortes magros. Pratos picantes também podem ser harmonizados com esse tipo.

Carnes grelhadas e também os cortes mais gordurosos têm mais a ver, então, com um vinho seco mais velho — mais de 7 anos, portanto —

Os pratos assados, por sua vez, vão bem com um vinho seco jovem. Vale a pena ficar de olho se é uma carne magra ou gordurosa, a fim de fazer uma harmonização inesquecível para os seus convidados!


...+ ler mais- esconder